Veja a Garota Top Site deste Mês..:
O que você procura?

Cadastre-se

Envie Vídeo

nenhuma Enquete encontrada!

Newsletter

Nome:

E-mail:

Diojns Freitas Guimarães
Colunista

Justiça
Postado em: 12/10/2017 às 05h05
TAMANHO DA FONTE  A- A+
Justiça nega pedido de habeas corpus, e Nuzman continua preso

O agora ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, continuará preso no Rio de Janeiro. O pedido de habeas corpus feito pela defesa de Nuzman foi negado pela Justiça nesta quarta-feira. O documento é assinado por Abel Gomes, Desembargador Federal e relator do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A defesa do ex-presidente do COB chamou a prisão preventiva do dirigente de ‘medida abusiva, desnecessária e ilegal’. Nuzman teve a prisão preventiva decretada na última segunda-feira. O pedido de habeas corpus foi feito na terça. Nesta quarta, a Justiça indeferiu a liminar solicitada pela defesa de Nuzman.

Ainda nesta quarta, o advogado Sergio Mazzello, que representa Carlos Arthur Nuzman, anunciou em carta que o dirigente renunciou à presidência do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Paulo Wanderley, ex-presidente da Confederação Brasileira de Judô, passa a ser automaticamente o mandatário. Ele era o vice, e agora ocorrerá uma eleição para alguém assumir o seu antigo posto.

Agentes da Polícia Federal prenderam, na manhã do dia 5 de outubro, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Rio 2016, assim como Leonardo Gryner, diretor geral  do comitê da Rio 2016 e braço direito de Nuzman no COB.

Nuzman é considerado o principal responsável pelo pagamento de propina a dois membros do COI na eleição do Rio de Janeiro como sede dos Jogos de 2016. No começo de setembro, ele foi encaminhado à sede da Polícia Federal para prestar depoimento na operação batizada como Unfair Play, braço da Lava Jato que investiga a corrupção durante o governo estadual de Sérgio Cabral (2006 a 2014), mas permaneceu calado. 

Os investigadores da PF, Ministério Público Federal e Receita Federal - com auxílio das autoridades francesas - apontam Nuzman como elo entre o pagamento da propina de US$ 2 milhões para Papa Massata Diack por meio do empresário Arthur Soares, o "Rei Arthur".
 

Na última segunda-feira, o pedido de prisão preventiva de Nuzman foi decretado. Agora que renunciou à presidência do COB, Carlos Arthur Nuzman irá se dedicar a sua própria defesa no processo.

 



 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
Outras Notícias sobre Justiça
18/10/2017
STF abre julgamento de extradição de torturador argentino
18/10/2017
MPF denuncia Cabral, Nuzman e 'Rei Arthur' por esquema na Rio 2016
17/10/2017
Alexandre de Moraes determina votação aberta sobre Aécio no Senado
Domingo, 22 de Outubro de 2017
 Ultimos Vídeos
Vídeo mostra homem sendo assassinado a tiros em posto de gasolina na avenida Torquato Tapajós
Data:26/04/2017
Visitas:506
Veja o que um passageiro fez com dois bandidos que tentaram assaltar um ônibus
Data:26/04/2017
Visitas:166
veja o que criminosos fizeram com estas duas jovens
Data:26/04/2017
Visitas:289

   Garota Top Site
02/01/2015
Jackline Silva
Cansanção - Bahia
Publicidade

Oferecimento


Pesquise no portal.::
NOTÍCIAS TV AO VIVO RÁDIO AO VIVO ENTRETENIMENTO SERVIÇOS

©2017 - R10 Notícias - todos os direitos reservados! - WebMedia