Veja a Garota Top Site deste Mês..:
O que você procura?

Cadastre-se

Envie Vídeo

nenhuma Enquete encontrada!

Newsletter

Nome:

E-mail:

Diojns Freitas Guimarães
Colunista

Criminalidade
Postado em: 13/01/2018 às 07h43
TAMANHO DA FONTE  A- A+
Jovem matou índio a pauladas após ele ‘mexer’ com seu cachorro

Policiais civis de Santa Catarina prenderam nesta sexta-feira, em Gaspar, a cerca de 50 quilômetros de Balneário Camboriú, no litoral norte do estado, um rapaz de 22 anos suspeito de matar a pauladas o professor indígena Marcondes Namblá, de 36 anos. O crime ocorreu na madrugada do primeiro dia do ano e teve grande repercussão depois que imagens registradas por câmeras de segurança vieram a público.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito Gilmar César de Lima admitiu ser o autor do crime, cometido por motivo fútil. “Ele alegou que a vítima mexeu com seu cachorro”, revelou o delegado responsável pelo inquérito, Douglas Barroco, descartando a hipótese de o professor ter sido assassinado pelo fato de ser índio.

De acordo com o delegado, Lima já era procurado antes mesmo de matar o professor indígena e havia um mandado de prisão em aberto contra ele, por tentativa de homicídio. Ele foi encontrado escondido na casa de uma irmã, a cerca de 50 quilômetros do local onde Namblá foi morto.

Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Marcondes Namblá dava aulas em uma escola indígena do município de José Boiteux, no Vale do Itajaí. Além disso, era identificado como uma das lideranças de sua comunidade, com importante atuação pela preservação da língua Laklãnõ-Xokleng, de sua etnia.

Aproveitando o período de férias escolares, Namblá decidiu acompanhar um grupo de Xoklengs até Penha, onde os índios costumam aproveitar a presença de turistas para vender artesanato. O professor, que foi vender picolés, voltava de madrugada sozinho quando foi abordado por um homem portando um pedaço de pau.

As imagens registradas por câmeras de segurança instaladas próximas ao local da ocorrência exibem Namblá próximo a uma esquina, com uma das mãos apoiadas contra um poste de sinalização. O homem que a Polícia Civil afirma ser Lima se aproxima e parece falar algo ao índio, que não esboça qualquer reação. Subitamente, o agressor desfere uma primeira paulada contra a cabeça do professor, que cai no chão e continua sendo agredido. Na sequência, o homem ameaça deixar o local, mas retorna e volta a agredir o indígena após perceber que ele ainda se mexia.

Encontrado desacordado e com suspeita de traumatismo craniano, o índio foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Marieta Konder Bornhaunsen, em Itajaí, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.



 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
Outras Notícias sobre Criminalidade
22/01/2018
Usuário de drogas é morto com doze facadas
22/01/2018
Corpo de homem acorrentado e com marcas de tortura é jogado de dentro de carro
22/01/2018
Homem abre a porta para saber quem estava batendo e é executado com dois tiros em Coari
Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018
 Ultimos Vídeos
Vídeo mostra homem sendo assassinado a tiros em posto de gasolina na avenida Torquato Tapajós
Data:26/04/2017
Visitas:717
Veja o que um passageiro fez com dois bandidos que tentaram assaltar um ônibus
Data:26/04/2017
Visitas:254
veja o que criminosos fizeram com estas duas jovens
Data:26/04/2017
Visitas:419

   Garota Top Site
02/01/2015
Jackline Silva
Cansanção - Bahia
Publicidade

Oferecimento


Pesquise no portal.::
NOTÍCIAS TV AO VIVO RÁDIO AO VIVO ENTRETENIMENTO SERVIÇOS

©2018 - R10 Notícias - todos os direitos reservados! - WebMedia